02/12/2008

"A estranha linguagem dos apaixonados"

É muito comum mudarmos nossa maneira de agir, pensar e até mesmo de falar quando estamos apaixonados por alguém. Como já citei anteriormente “em outros posts, a paixão é uma espécie de doença” que nos faz mudar em vários aspectos (mesmo que nem percebamos estas mudanças).

O modo como falamos é diretamente afetado, principalmente nas mulheres (por serem geralmente mais românticas e sensíveis que alguns homens). Como resultado disto, logo surgirá uma espécie de língua própria entre você e sua namorada (o).

Após entrar na fase do namoro, devido ao “aumento no grau de intimidade”, a grande maioria dos casais passam a utilizar algum apelido carinhoso para se referir ao parceiro (às vezes é para não correr o risco de trocar o nome mesmo).

Algumas vezes, os tais apelidos se estendem para fora da relação. Nestes casos a originalidade conta muito, principalmente quando você descobre que aquele apelido carinhoso que todos a chamam atualmente foi dado pelo ex-namorado dela.

Esses apelidos podem variar muito, depende da situação de como vocês se conheceram, dos gostos de cada um e até das características físicas de ambos, entre diversos outros fatores...

Alguns preferem utilizá-los no aumentativo (geralmente para demonstrar a “intensidade” da paixão que sentem): Amorzão, Bebêzão, Tesão, Fanfarrão...

Outras pessoas preferem o diminutivo (Não pelo tamanho ou intensidade, mas por parecer mais carinhoso e sensível). Anjinho, Fofinho, Amorzim, Mozin, Gatinha, Mô, Amoreco, Fofucha e por aí vai...

Não podiam deixar de faltar os “selvagens”, como “Tigrão”, ordinária e Cachorrão, os maternais: Bebê (ou BB), Neném... E entre os “Contos de fadas”“Principe”, Princesa, Rainha, “Lobo mau”...

Os Gastronômicos: Docinho de leite, Uvinha verde, Moranguinho do Nordeste, Caramelo, Abacate com chantilly, Vinagrete e Chuchuzinho...

Os “Racistas” (no bom sentido): Neguinho, Nega, Morena, Chocolate (que também se encaixa nos gastronômicos).... E os “retardados”: doidinha, Guti-guti, Txutxuca, Bilu-bilu, “Totosa”. E claro, tenho que citar os mais convencionais (e normais): Amor, Paixão, Vida, Coração...

Quanto a você, não tenha medo de que ela te ache infantil (ou qualquer outra coisa), a grande maioria das mulheres gosta de apelidos carinhosos. Só evite (se você for homem), utilizar-se de algum apelido comprometedor na frente de seus amigos, se você bancar o “estilo retardado” na frente deles, quem ganha o apelido (perpétuo) é você...


E com certeza não será tão carinhoso assim...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

11 comentários:

DANY Z... disse...

É incrível como esta história de apelido entre casais pega... Sobre aqueles que os usam para não correr o risco de trocar o nome, também é verdade rsrs Gostei do texto... Abraços!

Dany Z.

Calango disse...

"legal o post"


ahgeuohaiuhe


mas eh verdade cara...

Surge uma linguagem louca nesse meio de história...

hahha

eu por exemplo com minha ex namorada quando ia falar sobre a ex (a ex de antes da ex) eu chamava de "dona cuja" que era pra não falar o nome...

Hj eu tou namorando novamente (faz 2 dias lol) e já ganhei um apelido (antes msm de começar a namorar)...

ps: eu coloquei o link lá no meu blog...

e se tu continuar postando coisas interessantes teu blog cresce (de ficar grande msm)...

vc faz parte do de alguma loucura daquelas (blog blogs, essas coisas)?

Leo Pinheiro disse...

Minhas últimas 3 namoradas me deram apelidos que não entendi até agora:

Tripé

Kid bengala

Pé de mesa

???

Qual será a explicação? rs

30 e poucos anos. disse...

A primeira coisa que surge é o apelido mesmo ... não tem jeito

André disse...

a gente quando tamos engatados ficamos imbecis e idiotas. mozao. gata. fofinho...mas ser gostoso pra caralho...p* que pariu...e bom estar nesse cio humano. fui
http://benzineandmorfine.blogspot.com/

Gisela Melloso disse...

Olha é verdade, inacreditavl mesmo como criamos uma forma unica entre os 2, para se comunicar né???
Muito bom seu post

Abração

Horácio Leal º disse...

Cara obrigado pela visita e pelo conteúdo do seu comentário, sobre linguagem doa apixonados prefiro não comentar vc não ia quere saber...


http://sensitivereaction.blogspot.com/

marceloclash disse...

Eu chamava minha namorada de Xuxu, que rídiculo kkkkk O que a paixão não faz com as pessoas.
Abraço, ótimo post!

http://papodomarcelo.blogspot.com/

Bia *~* Ballu disse...

Quando se ama, se age como retardado, é vero. E pra homem, na frente dos amigos, pode ser um perigo =p

http://alacarte-domeujeito.blogspot.com/

Tony Prado disse...

Muito bom!

Os melhores - na verdade, piores! - são os retardados. kkkkkkk

Tiago Cervo disse...

Um grande amigou meu recebeu um apelido de uma ex-namorada à muito tempo, até hoje chamam ele de "xuxuzinho". É engraçado mas isso pega.

Cuidado pra não ser o próximo.

hushsahu

Abraço

Postar um comentário

Comentários do tipo
"legal o post" ou "seu blog é otimo"
serão recusados.
Criatividade é uma boa virtude,
use-a!

 
Powered by hospedagem ilimitada criar site gratis